Maître Renard

A história da Maître Renard é uma história de amor — a de Ulysse e Léonie, um casal que mudou para Campo de Ourique para dar a conhecer aos lisboetas os melhores queijos franceses, e a do seu amor por Portugal.

Ulysse sempre passou as férias de verão da sua infância com os pais em Portugal. Mais tarde, quando na faculdade decidiu fazer um ano de intercâmbio, apanhou-se novamente em terras lusas, desta vez com a namorada, Léonie. Já não voltaram. Completamente apaixonados por Lisboa e as suas gentes, decidiram que era ali que queriam ficar.

Ulysse começou por trabalhar no Liceu Francês, mas em 2017 o casal achou que estava na hora de começar o seu próprio negócio. A eles juntou-se um amigo e o irmão de Ulysse, que vinha só ajudar a abrir a loja mas que acabou também por se deixar conquistar por Lisboa e não regressar. Et voilà, assim nasceu a Maître Renard.

Inicialmente queríamos abrir um bar de queijos, mas depois achámos melhor abrir uma queijaria.” Campo de Ourique foi a escolha óbvia. Ulysse e Léonie já moravam no bairro, pela proximidade ao Liceu Francês, e tinham até uma rua favorita — a Rua Ferreira Borges, recheada de comércio local à sombra das árvores, que, para Ulysse, tornam o verão lisboeta mais suportável. Foi no número 30 que encontraram o espaço ideal para a sua loja.

Lá dentro, ocupando as estantes de madeira que vão do chão ao tecto, há frascos e frascos de patés, doces, compotas, terrines, mostarda Dijon e cornichons; encontramos também foie gras, tostas, uma pequena selecção de vinhos e até cerveja artesanal. Mas a estrela da casa é o queijo. As amostras estão à vista de todos, sobre pequenas placas de ardósia ou esteiras de palhinha. Apesar de venderem alguns queijos italianos e espanhóis, a grande maioria são queijos franceses criteriosamente seleccionados. Na Maître Renard entram apenas os melhores queijos de pequenos produtores locais, que Ulysse e Léonie fazem questão de visitar e ficar a conhecer pessoalmente quando estão de visita à sua terra natal.

Apesar do turismo que tem invadido Lisboa, os clientes da Maître Renard são maioritariamente portugueses. Há os mais conhecedores de queijos, os que vão à aventura, e também aqueles que, como nos contou Ulysse, viveram em França muito tempo e encontram na Maître Renard pequenas recordações dessa época.

Foi na fábula da raposa que rouba o queijo ao corvo que Ulysse encontrou o nome perfeito para o seu negócio.

Quem quer que entre nesta queijaria é observado por uma estatueta de raposa que habita a sua montra e lhe dá o nome: “Durante uma aula, enquanto ainda trabalhava no Liceu Francês, estavam a falar de Jean de la Fontaine e foi aí, antes da loja sequer existir, que decidi que se ia chamar Maître Renard.
Foi na fábula da raposa que rouba o queijo ao corvo que Ulysse encontrou o nome perfeito para o seu negócio.

Na história o corvo é o mestre, mas na vida real é a raposa que detém o título de Maître — porque, convenhamos, quem fica com o queijo no final é o verdadeiro vencedor.

Texto: Raquel Magalhães
Fotografia: Fernando Amaral

Endereço: R. Ferreira Borges 30

Telefone: 967 482 689


Produtos

Queijo Fourme d'Ambert 250g

Queijo St Marcellin 80g

Queijo Cantal Entre-Deux 250g

Queijo Appenzeler 6 meses 250g

Queijo Gruyère Réserve 18 meses 250g

DE VOLTA AO TOPO